Impotência sexual, causas e tratamento com remédio caseiro

Impotência sexual, causas e tratamento com remédio caseiro

A sexualidade é uma importante função para a vida da maioria das pessoas adultas, por isso, problemas que impedem o pleno funcionamento da atividade sexual podem gerar transtornos à vida do indivíduo. Existem cinco possibilidades de causas da impotência sexual, ela pode ser orgânica, emocional, hábitos ruins, uso excessivo de alguns medicamentos e ainda ao excesso de peso.

Entenda melhor como a impotência sexual pode ocorrer:
Causas da impotência sexual ligadas ao emocional
As causas da impotência sexual ligadas ao emocional podem ser variadas, desde a ansiedade e o medo, relacionados ao ato sexual em si e ao medo de decepcionar a parceira, até mesmo problemas externos que podem afetar a vida do homem, como problemas financeiros, estresse, etc.

A maioria dos casos de impotência sexual estão relacionados a causas emocionais, o que não significa necessariamente, que será mais fácil solucionar o problema, pois é preciso antes de mais nada encontrar a causa exata.

5 Remédios Caseiros para Impotência Sexual
1. Chá de alecrim, com Chapéu de couro e Catuaba
Este chá é composto por plantas medicinais com propriedades afrodisíacas, que estimulam e a aumentam a líbido, e pode ser preparado do seguinte modo:

Ingredientes:

100 gramas de Alecrim;
100 gramas de Chapéu-de-couro;
100 gramas de Catuaba.

Modo de Preparo:

Faça uma mistura com as ervas secas e prepare o chá usando 20 g da mistura. Para preparar o chá, em uma panela colocar 20 gramas da mistura e adicionar 1 litro de água fervente.
Tampar deixar repousar durante 15 minutos antes de servir.
Este chá deve ser bebido 4 vezes por dia durante 7 dias, respeitando sempre todas as quantidades referidas pois embora esta seja uma opção natural, estas plantas acabam sempre estimulam o organismo.

2. Chá com cascas de Marapuama
O chá com Marapuama melhora a circulação sanguínea e aumenta tanto o desejo sexual como a líbido, sendo por isso uma ótima opção para ajudar no tratamento da impotência sexual. Para preparar esse chá vai precisar de:

Ingredientes:

2 colheres de sopa de cascas de Marapuama;
1 litro de água.

Modo de Preparo:

Colocar as cascas de Marapuama em uma panela com 1 litro de água e deixar ferver durante 20 minutos.
Passado esse tempo, desligue o fogo, tampe e deixe repousar durante aproximadamente 30 minutos ate amornar e coar antes de servir.
Este chá deve ser bebido 3 a 4 vezes por dia, todos os dias até querer ou até que sejam verificadas melhoras.

3. Chá de Tribulus terrestris
Este chá possuí propriedades que aumentam a produção de testosterona, sendo por isso muito utilizado no no tratamento de impotência e além disso aumenta o desejo e apetite sexual. Para preparar este chá precisa de:

Ingredientes:

2 colheres de chá de folhas secas de Tribulus terrestris;
500 ml de água fervente.

Tribulus Terrestris para aumentar o apetite sexual
Modo de Preparo:

Em uma xícara colocar as folhas secas e adicionar os 500 ml de água fervente, deixando repousar durante 10 minutos.
Coar sempre antes de beber.
Este chá deve ser bebido 2 vezes por dia, todos os dias até querer ou até que sejam verificadas melhoras.

4. Chá de raízes de Catuaba
Esta planta medicinal é ótima para aumentar a líbido, melhorando o desempenho sexual masculino. Para preparar esse chá precisa de:

Ingredientes:

40 gramas de raízes de Catuaba;
750 ml de água.

Catuaba para melhorar a libido e o desempenho sexual
Modo de Preparo:

Em uma panela coloque a água e quando estiver fervendo adicione as raizes da planta e deixe ferver durante 10 minutos.
Retirar do fogo, tampar e deixar repousar durante 15 minutos, coando sempre antes de beber.
Este chá deve ser tomado 3 vezes por dia, todos os dias até querer ou até que sinta melhoras.

5. Xarope caseiro com Mel, Guaraná e Ginseng
Este xarope caseiro possuí propriedades energéticas, estimulantes e fortificantes que ajudam a ter mais disposição durante a relação sexual, além de melhorar a circulação sanguínea o que potencia a ereção pênis. Para preparar este xarope precisa de:

Ingredientes:

1 xícara e meia de mel de abelhas;
1 colher de guaraná em pó;
1 colher de folhas de hortelã;
1 colher de ginseng em pó.

Modo de Preparo:

Em um recipiente de vidro escurecido com tampa adicione todos os ingredientes e misture bem com uma colher até obter uma mistura homogênea.
Deve tomar 1 colher de sopa desse xarope todas as manhãs, sempre que quiser ou sentir necessidade. Este xarope é no entanto contraindicado para hipertensos, gestantes, diabéticos e durante o período de amamentação.

Além das opções naturais referidas, existem Sucos com propriedades afrodisíacas e outras plantas medicinais como a Yohimbe, que podem ser usadas no tratamento deste problema. Conheça outras opções em Chás e Plantas Medicinais para a Impotência Sexual e veja como adequar a alimentação com alimentos afrodisíacos no vídeo a seguir.

Principais Causas
Algumas das causas mais comuns que levam a problemas de disfunção erétil incluem:

Uso de drogas;
Alcoolismo;
Obesidade;
Uso excessivo de certos medicamentos como anti-hipertensivos, antidepressivos e antipsicóticos por exemplo;
Problemas psicológicos como depressão, traumas, medo, insatisfação ou diminuição da líbido;
Doenças crônicas, como insuficiência renal ou diabetes. Entenda porque a diabetes pode causar impotência.
Além disso, o tabagismo é outra das principais causas da impotência sexual, pois o cigarro reduz o fluxo de sangue no órgão sexual, podendo dificultar a ereção ou impedi-la completamente. Conheça as principais causas que podem levar ao surgimento deste problema em Principais Causas da Impotência Sexual.

Sintomas
Alguns dos principais sintomas da impotência sexual incluem:

Dificuldade para conseguir ou para manter uma ereção;
Ereção menos rígida e mais flácida;
Redução do tamanho do órgão sexual;
Mais tempo para atingir a ereção;
Dificuldade em manter contato íntimo em algumas posições sexuais;
Maior esforço e concentração para manter a ereção;
Diminuição dos pelos no corpo;
Diminuição do número de ereções espontâneas ao acordar;
Ejaculação mais rápida que o habitual;
Alterações ou deformação no órgão genital;
Doença vascular periférica que dificulta a passagem de sangue para os membros inferiores do corpo, como pernas, pés e órgão sexual.
Saiba reconhecer se é impotência sexual em Como Identificar se é Impotência Sexual.

Leia Também: Veja a lista de Chás Abortivos que prejudica a saúde da mãe e bebê
Diagnóstico
Para fazer o diagnóstico da disfunção erétil, o médico irá fazer um registo detalhado de todas as dificuldades sentidas durante o contato íntimo, além de se informar sobre outras possíveis causas como depressão ou uso de drogas por exemplo, que possam estar na origem do problema. Além disso, o médico faz também um exame físico em busca de deformidades no órgão genital, doenças na próstata, sinais de hipogonadismo ou sinais de doenças cardiovasculares ou de problemas neurológicos.

Quando necessário, o médico pode também pedir a realização de exames de laboratório para avaliar os níveis dos lípidos, açúcares e do hormônio testosterona no organismo, pois esses valores podem ajudar a identificar o possível problema.

Tratamento
A impotência sexual pode ser tratada de diferentes formas, pois o seu tratamento depende da sua causa. Assim, algumas das opções de tratamento que existem são:

Uso de remédios como Sildenafil (Viagra), Tadalafil (Cialis) ou Vardenafil (Levitra), Apomorfina, Blemelanotida ou Alprostadil que ajudam na ereção.
Terapia de reposição com hormônios em cápsulas, adesivos ou injeções que aumentam os níveis de testosterona e facilitam a testosterona;
Uso de aparelhos de vácuo que favorecem a ereção e são especialmente aconselhados para homens que não podem fazer o tratamento com remédios;
Cirurgia para implantação de próteses penianas que são usadas apenas em último recurso apenas quando todos os restantes tratamentos não tiveram sucesso.
Além dos tratamentos referidos, o aconselhamento com um psicologo ou psiquiatra e a terapia de casal são também muito importantes, pois ajudam tratar outros problemas, medos e inseguranças que possam existir e que estejam também contribuindo para o problema. A psicoterapia também é indicada nestes casos para ajudar a tratar o estresse, ansiedade e a depressão.

Leia também: Viagra Natural funciona

Veja os alimentos que aumentam a libido e como preparar uma refeição afrodisíaca no vídeo a seguir:

Os remédios caseiros também são uma excelente opção para quem sofre com este problema, que podem ser facilmente preparados em casa com ingredientes naturais. Veja como preparar um chá de alecrim, com chapéu de couro e catuaba ou um xarope caseiro com mel, guaraná e ginseng para tratar a impotência sexual.

Conheça também: > Xanimal funciona

10 Remédios Para Emagrecer Sem Receita Mais Vendidos em Remédios, Suplementos

10 Remédios Para Emagrecer Sem Receita Mais Vendidos em Remédios, Suplementos

Antes de mais nada, é importante deixar claro algumas questões. Não é recomendável a compra de remédios para emagrecer sem receita e sem recomendação médica. É importante sempre consultar um médico antes de consumir qualquer medicamento.

Leia também: Phytophen funciona

O problema da compra de remédios para emagrecer sem receita (ou qualquer medicamento) é que, muitas vezes, os efeitos prometidos pela embalagem do produto não são sentidos pelo consumidor e ainda podem trazer efeitos colaterais. Sendo assim, antes de se aventurar com um produto, mesmo que ele tenha sido recomendado por um amigo ou familiar, procure um médico e conheça todas as peculiaridades da substância e seus prováveis efeitos colaterais.

Outro problema dos remédios sem receita é que, justamente por não precisarem de prescrição médica, seus efeitos são muito duvidosos. Sendo assim, listamos alguns dos remédios para emagrecer sem receita mais famosos, para que você conheça cada um e procure seu médico para saber exatamente qual o melhor para você.

Leia também: Kifina comprar

Remédios para emagrecer sem receita
Uma das principais promessas dos remédios para emagrecer é a diminuição do apetite, a aceleração do metabolismo (efeito dos termogênicos) e a queima de gordura. Listamos os principais remédios para emagrecer sem receita e que seguem os pontos-chave da perda de peso, que são:

Bloquear os carboidratos, que são grandes inimigos da perda de peso. Quando bloqueia-se a capacidade do corpo de absorver esses nutrientes, há uma redução da ingestão de calorias;
Reduzir o apetite, o que evita as famosas comilanças nos períodos errados. Determinados remédios reduzem o apetite e, consequentemente, colaboram com a diminuição do consumo de calorias;
Aumentar a queima de calorias, impulsionando o metabolismo. Os termogênicos são os principais responsáveis por esse efeito;
Reduzir a gordura, sendo que existem alguns compostos que realizam esse efeito de “derreter” a gordura.
Assim, seguindo a ordem dos pontos-chave, temos os seguintes remédios para emagrecer sem receita:

O extrato faseolamina é capaz de neutralizar o amido presente em alimentos como batatas, pão e arroz. A dose mais indicada desse produto é de 1.500 mg por dia.
Para reduzir o apetite, recomenda-se o hidroxicitrato (HCA), extraído de tamarindo. A dose recomendada é de 4.500 mg por dia.
Para auxiliar na queima calórica, recomenda-se um composto presente no chá verde chamado EGCG. Se o chá verde tiver pelo menos 50% de EGCG (em torno de 300 mg), já será possível sentir os resultados.
O picolinato de cromo exerce um importante papel na perda de peso e seu efeito mais famoso é o ajudar a queimar gordura corporal, além de aumentar a massa magra. Mas essas alegações são duvidosas para muitos pesquisadores. Recomenda-se a dose de 200 mcg por dia.
Alguns outros remédios
Alli (Orlistat) é o primeiro remédio da lista, que é o conhecido por ser uma versão menor da droga Orlistat, presente no remédio Xenical (apenas vendido com prescrição médica). É necessário aliar uma dieta hipocalórica/saudável e exercícios para perceber efeitos desse produto.
Garcinia Cambogia é um suplemento natural, derivado de um fruto nativo de climas quentes.
Ácido Linoléico Conjugado (CLA) possui avaliações contraditórias; alguns estudos mostram resistência à insulina e níveis de colesterol HDL mais baixos ao consumir o CLA.
Efedrina é um outro suplemento recomendado para a perda de peso, mas foi banida do mercado em 2004. Outros produtos surgiram em seu lugar, como a Citrus aurantium, sinefrina ou octopamina. É preciso ter cautela ao consumir produtos com efedrina, pois foi registrado efeitos perigosos sobre a frequência cardíaca e pressão arterial.
Picolinato de Cromo é um suplemento muito vendido mundialmente. O produto pretende ajudar a queimar calorias e diminuir o apetite.

Leia também: Kifina Anvisa

Suplementos derivados de chá verde são, normalmente, ricos em antioxidantes e cafeína. Muito utilizados para auxiliar na perda de peso, gerar energia, agilidade mental e reduzir a pressão arterial.
Hoodia é uma erva vendida como inibidora de fome. Pode ser consumido em pó ou comprimido.
Quitosana é o nome de uma fibra natural de origem animal encontrada na carapaça de crustáceos como camarão, lagosta e caranguejo. A Quitosana é muito utilizada para fins emagrecedores. Essa fibra é capaz de se agrupar a um volume de gordura até 8 vezes maior que seu peso; em seguida, esse conjunto é eliminado através do trato intestinal, sem ser absorvido pelo organismo.
L-Carnitina promove o metabolismo da gordura, ou seja, processa a gordura para que esta sirva de combustível durante os exercícios físicos. Além disso, ajuda a reduzir a produção de radicais livres e ameniza o dano no tecido muscular após o treino.
Laranja Amarga, ou citrus aurantium é um suplemento que veio forte como alternativa a efedrina. Esta substância visa acelerar o metabolismo corporal e com isso conseguir maior queima de gordura. Muitos suplementos termogênicos utilizam a citrus aurantium em sua formulação.

Dieta da sopa: veja cardápio e receitas para perder até 1kg por dia

Dieta da sopa: veja cardápio e receitas para perder até 1kg por dia

Plano alimentar dura sete dias e tem o cardápio baseado em sopa – consumida no almoço e no jantar – que inclui legumes e verduras ricos em fibras e de fácil digestão

Perca até 1kg por dia com a dieta da sopa.

Leia também: Kifina bula

Ingerir líquidos, principalmente água, é fundamental para a saúde e para o sucesso de qualquer dieta. Mas, se o objetivo é perder peso, além da água, também é importante investir em trocas espertas na alimentação, como a substituição de um prato de arroz e feijão por uma sopa super nutritiva e light. De acordo com Liliane Opperman, nutróloga, a dieta da sopa da Universidade de São Paulo é uma opção para quem quer emagrecer rápido.

Desenvolvida pelos alunos da universidade especialmente para o Instituto do Coração (SP), a dieta da sopa foi criada inicialmente com o objetivo de auxiliar no emagrecimento de quem fez cirurgias de coração e precisa eliminar peso rápido, mas o sucesso foi tanto que acabou sendo incorporada por quem busca secar o excesso de gordurinhas e desintoxicar o organismo.

Leia também: Phytophen é bom

Seguindo o plano alimentar de sete dias, é possível eliminar até 1 kg por dia, isto porque há uma redução calórica significativa, já que a dieta consiste em sopa no almoço e jantar, vegetais, frutas e pouca proteína. Os benefícios de seguir a dieta da sopa, explica a profissional, vai desde eliminar as impurezas do corpo, até regular o intestino e promover sensação de saciedade.

Entre os ingredientes para a dieta da sopa estão muitos legumes e verduras, tais como berinjela, nabo, repolho, cenoura e alguns temperos como salsinha e curry. Estes vegetais são ricos em fibras, vitaminas do complexo B, zinco entre outros nutrientes que contribui para manter o corpo saudável, além de serem de fáceis de digerir.

Segundo a nutróloga, a desvantagem da dieta da sopa é a falta de proteína e a monotonia que ela proporciona. Além disso, se for seguida por muito tempo pode causar fraqueza e desnutrição, por isso é importante consultar um profissional antes de começar a fazê-la.

Leia também: Kifina Funciona

Como fazer a dieta da sopa
A dieta consiste em substituir as refeições principais (almoço e janta) por uma sopa, sempre a mesma, criada para a dieta (veja receita abaixo). O ideal é não alterar os ingredientes da receita e, segundo a profissional, seguir o cardápio por uma semana no máximo. Além da sopa, frutas, legumes e chás estão liberados durante a dieta.

Se o indivíduo quiser emagrecer mais, é possível refazer a dieta, mas somente depois de 3 a 4 dias de pausa. Durante esse período é imprescindível manter uma alimentação equilibrada e com alimentos não líquidos.

Segundo Liliane, a dieta não é recomendada para gestantes e indivíduos com hipoglicemia. Além disso, durante a realização do plano alimentar, é indicado praticar apenas exercícios leves e com intensidade baixa, como caminhadas.

Receita da sopa
Rendimento: 1 semana de refeições
Tempo de preparo: 40 minutos

Ingredientes
1 Berinjela
3 cenouras
2 xícaras de vagem picada
2 tomates picados
1 repolho grande
1 nabo
1 cebola picada
2 maços de cheiro verde
1 maço de aipo ou salsão
1 dente de alho
4 jilós
2 pimentões
Pouco sal e pimenta do reino

Modo de preparo
Higienizar os legumes, cortá-los em pedaços pequenos ou médios, colocar em uma panela grande e cobrir com água. Tempere, e leve a panela a fogo alto e, quando começar a ferver, abaixe o fogo. Deixe cozinhar é até que os legumes fiquem bem macios. Quando a sopa já estiver pronta, desligue o fogo, deixe esfriar e, se quiser, leve-a a geladeira dispondo-a em vários potes. Não é necessário batê-la no liquidificador.

Leia também: Dieta de 21 dias anvisa

Dia-a-dia da dieta da sopa
Além de substituir o almoço e jantar pela sopa, para as outras refeições é preciso seguir algumas regras. Confira:

1º dia: Coma todas as frutas que desejar (nada de exageros), exceto banana e abacate. Beba chá, suco de uva (sem açúcar) e água à vontade. Tome a sopa pelo menos 2 vezes ao dia;

2° Dia: Coma todos os legumes frescos e verduras que desejar (podem ser crus ou cozidos). No jantar, se quiser, coma uma batata grande cozida com manteiga. Tome a sopa sempre que desejar.

3° Dia: Coma frutas e legumes à vontade, exceto batata, tome a sopa pelo menos duas vezes ao dia.

4° Dia: Coma até 8 bananas e beba leite desnatado à vontade. Tome a sopa pelo menos 2 vezes ao dia.

5° Dia: Coma de 280 a 400 gr. de carne vermelha ou branca grelhada, com uma porção de tomates frescos e firmes temperados com sal, limão e azeite de oliva. Tome a sopa pelo menos 2 vezes ao dia, beba de 6 a 10 copos de água durante o dia, para eliminar o ácido úrico.

6° Dia: Coma até 3 bifes grandes grelhados de carne vermelha ou branca acompanhados de legumes cozidos, exceto batata. Tome sopa pelo menos 2 vezes ao dia, beba água, café, chá e sucos sem açúcar à vontade.

7° Dia: No último dia é liberado o consumo de arroz integral, legumes cozidos ou crus à vontade. Tome a sopa pelo menos 2 vezes ao dia. Beba água, café, chá e sucos sem açúcar à vontade.

Cardápio
Confira agora uma sugestão de cardápio preparado pela nutróloga Liliane Opperman:

Café da manhã
1ª opção:
1 xícara de chá verde
1 fatia de queijo branco
1 fatia de manga

2ª opção:
1 xícara de chá de hibisco
2 fatias de mamão formosa com 1 colher de farinha de chia

3ª opção:
1 copo de suco (100ml de água de coco + 5 morangos + 6 gomos de uvas roxas + 1 colher de chá de canela + 1 colher de sopa de amaranto em flocos)

4ª opção:
Suchá de kiwi com capim santo (bater no liquidificador 1 xícara do chá com 1 kiwi picado e 5 folhas de hortelã)
1 Maçã

Lanche da manhã
1ª opção: 8 morangos

2ª opção: 1 pera

3ª opção: 1 fatia de melão picado

4ª opção: 1 pêssego

Almoço
3 conchas da sopa

Lanche da Tarde
1ª opção: 1/2 mamão papaia + 1 colher de linhaça dourada

2ª opção: 1 fatia de queijo branco + 1 cacho de uvas roxas

3ª opção: 1 xícara de chá branco + 2 ameixas pretas

4ª opção: 1 xícara de salada de frutas

Jantar
2 conchas da sopa

Tipos de Colágeno?

Tipos de Colágeno?

O colágeno é uma classe bastante abundante de proteínas formadas por aminoácidos no organismo humano. Ele tem a função de manter as células unidas e é o principal componente proteico de órgãos como a pele, cartilagens e ossos.

A produção de colágeno é o resultado de uma complexa sequência de eventos bioquímicos no interior das células. Pelo fato de o colágeno ser produzido naturalmente pelo nosso organismo, ele pode ter uma produção diminuída ou exagerada, causando alguns danos à nossa saúde.

Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1

Quando entramos na fase adulta (a partir de 30 anos), a deficiência do colágeno começa a ser notada. Nessa fase fica mais visível a diminuição da elasticidade da pele, o aparecimento de rugas e o aumento da fragilidade articular e óssea. Por isso é importante repor esse nutriente.

Deficiência do Colágeno
A deficiência de colágeno, também chamada de colagenose, acarreta problemas como: má formação óssea, rigidez muscular, problemas com o crescimento, inflamação nas juntas musculares, doenças cutâneas, entre outros.

Leia também: Skin renov Anvisa

A deficiência de colágeno está também associada à diminuição da espessura do fio capilar e com a desidratação e perda de elasticidade da pele, culminando em flacidez e no aparecimento de rugas e estrias. Além disso, prejudica as articulações e enfraquece os ossos.

Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1

Como repor o colágeno?
Já que com o tempo o organismo vai diminuindo a produção de colágeno, existe alguma forma de repor?

Sim, até existe, mas se for tomar o colágeno em forma de suplemento deve ser em boas quantidades e pro resto da vida. E dependendo de como for esse suplemento, se for de má qualidade, não irá fazer efeito algum. Além do suplemento de colágeno, existem duas formas eficientes para reposição, que são:

Proteína: A melhor forma de repor o colágeno é na ingestão de proteínas. Como qualquer proteína que ingerimos, o colágeno é desmembrado em aminoácidos, através da digestão. Os aminoácidos são os “tijolos” da proteína: depois de digerida, a proteína, desmembrada na forma de aminoácidos, é recombinada da maneira que o corpo precisa, seja como tecido muscular, pele, unhas, cabelos… ou colágeno.

O colágeno nada mais é que um tipo de proteína. Uma de suas principais funções é formar fibras que dão sustentação à pele (para quem se exercita, contribui também na formação dos músculos). Extraído do osso e da cartilagem do boi, o colágeno passa pelo processo de hidrólise (quebra das moléculas de proteína) para ser mais facilmente absorvido pelo organismo.

Gelatina: Outra forma de reposição é a ingestão de gelatina. A gelatina é um produto feito a partir do colágeno e contém proteínas que, quando absorvidas pelo intestino, são parcialmente digeridas e fornecem aminoácidos fundamentais para a manutenção dos ossos e reconstituição de algumas articulações.

A gelatina contém 18 aminoácidos. O organismo humano necessita de 10 dos chamados aminoácidos essenciais, que são consumidos através dos alimentos. A gelatina contém 9 destes aminoácidos essenciais em uma proteína alimentícia de fácil digestão e utilização.

O aminoácido triptofano não está presente na gelatina; entretanto, isto não é muito significativo uma vez que este aminoácido é encontrado em quantidades adequadas em outros alimentos.

Quanto à reposição de colágeno, especialistas divergem em suas opiniões: alguns acreditam que a reposição não resolve, enquanto outros acreditam que ela é perfeitamente válida.

E sobre o colágeno hidrolisado?
Ele até pode funcionar, dependendo do caso, mas a forma mais eficiente de repor o colágeno é a ingestão de proteína.

O colágeno hidrolisado (um tipo especial de gelatina) contém os aminoácidos essenciais glicina e prolina em concentração 20 vezes maior do que outras proteínas. Ambos são componentes importantes do tecido conjuntivo e asseguram sua consistência e elasticidade. Ele também tem efeito regenerativo em ossos e articulações.

Benefícios da Reposição do Colágeno
Retarda o envelhecimento e previne rugas
Combate a flacidez da pele
Fortalece unhas e cabelo
Contribui para saúde dos ossos
Previne o aparecimento da celulite e estrias
Colabora no aumento da tonicidade dos músculos
Auxilia no funcionamento do sistema linfático

Leia também: o que é Colágeno tipo 3 e 1

Aplicação Cosmética
O colágeno é uma proteína “mágica” para deixar a pele mais firme. Alguns dermatologistas já provaram que, ao usar produtos de beleza que levam o composto em sua fórmula, a pele torna-se mais macia, firme e saudável. O colágeno também ajuda na manutenção do tônus muscular deixando a pele mais firme e menos flácida.

Indicação do Colágeno Hidrolisado
É indicado para pessoas acima de 30 anos. Como suplemento nutricional é indicado para pessoas fisicamente ativas que desejam aumentar o consumo de proteínas, assim como para o fortalecimento de unhas e cabelos. Também é indicado em processos de cicatrização e recuperação de lesões e em processos de emagrecimento.

Como utilizar o colágeno?
Você pode usar a suplementação de colágeno hidrolisado tanto em cápsulas quanto em pó. Se você quer melhorar a produção de colágeno no organismo, é necessário investir nas proteínas.

Agora a Dúvida: Suplemento de Colágeno Hidrolisado Realmente Funciona?
Então… Eu estava tomando uma colher de sopa por dia de colágeno hidrolisado, por indicação médica, até que ouvi um médico (Dr. Mauro Fisberg) dizer que tomar suplemento de colágeno hidrolisado simplesmente não resolve nada, ou seja: para o colágeno ingerido chegar até a pele, a quantidade deve ser absurdamente grande, tornando essa ingestão de colágeno inútil. Eu até achei que faz algum sentido o que ele disse, mas teria que ouvir mais opiniões de nutrólogos. Sim, porque a imensa maioria das dermatologistas de fato recomendam o colágeno hidrolisado.

Mesmo os que dizem que funciona, alertam que o colágeno deve ser de boa qualidade e que deve ser tomado pra sempre; não adianta nada tomar por 1 ou 2 anos somente.

E agora? Quem estaria certo? O que você acha?

E você, faz algum suplemento de colágeno? Ou prefere a ingestão de proteínas…

Os 6 Remédios Para Dormir Mais Indicados Para Você

Os 6 Remédios Para Dormir Mais Indicados Para Você

A insônia (do latim, in sem + somnus sono) é uma dissonia caracterizada pela dificuldade em iniciar e/ou manter o sono e pela sensação de não ter um sono reparador causando prejuízo significativo em áreas importantes da vida do indivíduo. Do ponto de vista polissonográfico, é acompanhada de alterações na indução, na continuidade e na estrutura do sono. Geralmente aparece no adulto jovem, é mais frequente na mulher e tem um desenvolvimento crônico.

É o transtorno de sono mais comum, respondendo por cerca de 25% das buscas em clínicas especializadas em tratamento de problemas do sono. Cerca de metade dos pacientes com insônia também tem depressão maior.

Com cada vez mais casos de indivíduos com falta de sono no mundo, o que não faltam são técnicas para aumentar o número e qualidade das horas de sono. Se você já tentou modificar suas práticas, já tentou técnicas de descanso e até inclusive consumo de fitoterápicos, chás e relaxantes naturais, sem ter resultado afirmativo em nenhum desses casos, é o momento de adotar atitudes mais drásticas para garantir sua tão merecida tranquilidade. Descubra entre estes qual é o melhor medicamento para dormir, ou no mínimo o que funciona melhor com você. 🙂

Remédio para insônia mais indicados
Esse post nós iremos esclarecer 6 remédios recomendados para tratamento de falta de sono. Porém tenha em mente – tratam-se de medicamentos controlados de tarja vermelha e preta, sendo preciso prescrição médica para poder comprar os remédios. Antes de qualquer decisão, converse com seu médico sobre a necessidade de consumo de remédios e a quantidade ideal para seu corpo.

Evite a automedicação a todo esforço! Esses remédios são capazes de provocar vício químico, além de arremeter casos clínicos mais graves com Alzheimer e até inclusive, no pior acontecimento, o óbito caso usados de maneira indevida. [7 Maneiras De Dormir Que Podem Ajudá-Lo A Perder Peso]

Remédios para dormir

Remédios para dormir mais usados:
1. Lexotan (Ou Bromazepam): Trata-se de mais um ansiolítico recomendado para moderar modificações de humor e coarctar a impaciência. Tão conhecido quanto o Rivotril, o Lexotan do mesmo modo age no tratamento das alucinações e outras doenças associadas a agitações psiquiátricas. É um remédio forte, capaz de provocar relaxamento da musculatura e sono aproximadamente que instantâneos, porém necessita ser administrado com atenção uma vez que uma super dosagem pode paralizar o sistema respiratório.

2. Frontal (Ou Alprazolam): O terceiro benzodiazepínico da listagem tem qualidades parecidas com os primeiros: recomendado para o induzimento de sono ágil, no entanto o componente é mais adequado para tratamentos de transtornos ansiosos. O Frontal deve-se ser administrado por no máximo 4 semanas, uma vez que pode provocar submissão e/ou tolerância ao remédio.

3. Prozac (Ou Fluxetina): O Prozac é um conhecido anti-depressivo capaz de coagir inclusive no tratamento de psicoses maníaco-depressivas e transtornos bipolares, bulimia nervosa e transtorno do pânico. Sua atuação ágil é capaz de impulsionar o sono minutos depois do consumo do comprimido. Por ser um remédio forte, pode resultar efeitos nocivos como alucinações, febre, desmaios, ineficácia e modificações no peso. O consumo indiferenciado pode acentuar casos de falta de sono crônica, por isso é bastante fundamental que você converse com seu médico para ter certeza se o Prozac é o remédio ideal para o seu tratamento.

4. Buspar (ou Buspirona): O Buspar é mais um remédio da família dos ansiolíticos. Independentemente de de não ser recomendado para tensões do dia-a-dia, vários médicos também receitam o Buspirona para coarctar depressa quadros de falta de sono. Diferente de mais ansiolíticos, o Buspirona pleito pouca a nenhuma submissão química ou psicológica, no entanto o consumo auxiliar pode fazer mais efeitos nocivos como tonturas, vertigens, náuseas, abalo momentânea e estresse. Em casos mais graves, dor toráxica, afasia, aceleramento dos batimentos cardíacos , movimentos involuntários do corpo e indefensabilidade muscular.

5. Lorax (ou Lorazepam): Outro benzodiazepínico que tem resultado tranquilizante forte e acelerado, recomendado para tratamento dos sinais da impaciência e diminuição do estresse. Por ter resultado calmante intensivo, é recomendado para adequar o sono de indivíduos com dificuldades para dormir. O principal efeito colateral é a supressão de memórias a limitado tempo, sono excessiva e percepção de exaustão física e intelectual.

6. Rivotril (Ou Clonazepam): Remédios mais conhecido no Brasil para tratamento de stress e distúrbios do sono. Ele age inibindo o sistema nervoso, relaxando a musculosidade e passando a percepção de amenidade. Comumente recomendado para casos de impaciência e síndrome do pânico, até mesmo em crises, por ter resultado acelerado – por volta de 30 minutos depois de consumir o comprimido você sente os efeitos. Pode provocar sono, redução de estabilidade e faltas de concentração. [Quantas horas de sono você realmente precisa? Recomendações oficiais para a duração do sono]

Fundamental: Se você pretende de fato derrotar a falta de sono e começar ter noites de sono bastante melhores sem submeter-se a medicamentos controlados, eu recomendo que você assista a palestra que apresenta uma nova forma de combater a falta de sono, um procedimento estudado por um cientista americano que é capaz de reforçar em até 98% o hormônio do sono.

COMO TOMAR COLÁGENO HIDROLISADO PARA PELE E ARTICULAÇÕES SAUDÁVEIS

COMO TOMAR COLÁGENO HIDROLISADO PARA PELE E ARTICULAÇÕES SAUDÁVEIS

O colágeno hidrolisado é um suplemento alimentar, feito a partir de ossos e cartilagem bovina, que pode ser utilizado para promover a produção de colágeno pelo corpo, ajudando a melhorar o aspeto da pele e a fortalecer articulações, unhas e cabelo. Este suplemento pode ser encontrado na forma de cápsulas, mas é mais utilizado como pé para misturar em bebidas.

A suplementação com colágeno hidrolisado está indicada a partir dos 30 anos de idade, mas sempre sob orientação do médico ou do nutricionista.
Esse tipo de suplementação pode ser necessário para prevenir desgastes de articulações como joelho ou ombros e também para combater flacidez no rosto ou corpo e também para tratar celulite.

PREÇO E ONDE COMPRAR O MELHOR COLÁGENO HIDROLISADO
O preço do colágeno hidrolisado varia de acordo com a forma de apresentação do suplemento, sendo de aproximadamente 20 reais para 150 gramas de pó, e 30 reais para 120 cápsulas.

Leia também: Skin renov é bom

Pode-se comprar colágeno hidrolisado em farmácias, drogarias, lojas de produtos naturais e pela internet. Ele também pode ser encontrado como ingrediente em produtos alimentares como balas de colágeno e barrinhas de cereais com colágeno, por exemplo.

COMO TOMAR
O modo de uso do Colágeno hidrolisado varia conforme a sua apresentação. Quando em cápsulas é recomendado tomar 1 ou 2 cápsulas por dia, juntamente com 1 copo de água, e quando encontrado em pó deve-se diluir 1 colher de sopa ou o conteúdo de uma saqueta em 1 copo de água, suco, vitamina, sopa.

Para melhores resultados, recomenda-se a ingestão de 9g de colágeno hidrolisado por dia e a ingestão de algum alimento fonte de vitamina C ao mesmo tempo para potencializar a sua absorção pelo organismo.

O colágeno hidrolisado pode ser encontrado sem sabor, sendo ideal para misturar aos alimentos líquidos ou pastosos. Este é um suplemento alimentar que serve para deixar a pele mais firme, combatendo a flacidez, rugas e linhas de expressão, além disso, também ajuda a emagrecer.

BENEFÍCIOS DO COLÁGENO HIDROLISADO
Os principais benefícios do colágeno hidrolisado incluem:

Melhora da sustentação da pele;
Fortalecimento dos ossos, articulações, unhas e cabelos;
Aumento da elasticidade da pele;
Melhora da aparência da celulite;
Emagrecimento porque promove a saciedade.
O colágeno hidrolisado em cápsulas pode ser mais prático para quem come regularmente fora de casa. Alguns exemplos são as marcas: Colágeno Hidrolisado da Sanavita e da Herbarium que podem ser encontrados em farmácias, drogarias e lojas de produtos naturais.

COMO USAR O COLÁGENO EM PÓ
O colágeno hidrolisado também é comercializado em pó para ser adicionado à água, suco, leite ou iogurte. Ele confere uma aumento da espessura ao líquido, deixando-o como se fosse um Shake. Este confere ainda sensação de saciedade, ajudando a emagrecer. Uma boa dica é comprar o colágeno hidrolisado em pó no sabor natural e adicioná-lo às sopas.

O colágeno hidrolisado não possui calorias, nem açúcar e por isso ele não engorda, contudo, o colágeno em pó, devido à presença de outros componentes, possui em média menos de 50 calorias por porção, mas que também não é suficiente para o aumento de peso.